quarta-feira, 19 de setembro de 2012

O amanhecer do dia hoje



Hoje acordei bem cedo. Como estou voltando a postar no meu blog de astrologia (http://horoscopomonicaburich.blogspot.com.br) quando tenho o dia muito cheio e preciso sair de casa logo tenho que escrever no raiar da manhã e postar antes de ir para a labuta. Uma das melhores coisas de levantar cedo é ver o sol chegando e trazendo seus raios dourados fazendo o dia começar a brilhar. É interessante ver a luz tocando em cada ponto, como um interruptor do céu que vai acendendo os cômodos da terra. E a cada passar do dedo desse deus de fogo tudo que estava adormecido começa a despertar. É uma mágica que acontece todos os dias, mas nem todas as pessoas vêem, infelizmente. Cada amanhecer é a recarga da luz na nossa vida. Muitas vezes eu saio de casa junto com ele, Apolo... E me lembro dos desenhos animados da minha infância, que a aurora vinha na frente gritando “Apolo está chegando” e a deusa da noite retirava seu manto e dava passagem para aquela carruagem de fogo. Até hoje imagino isso... Por isso acho tão especial ver esse momento. Eu já postei aqui algumas vezes fotos do sol nascendo quando estou indo muitooo cedo (normalmente por volta das seis horas) para a lavanderia. Esse nascer ocorre em segundos... Parece que ele caminha lentamente, mas o seu apontar no horizonte e o seu ascender acontece num piscar de olhos. E se esse instante precioso acontece e eu estou no meio do caminho paro o carro e fotografo. Principalmente porque vou pela orla da praia e registro o sol surgindo lá no horizonte onde o mar e a terra se encontram...
Mas hoje só vi esse nascer do sol da minha varanda. Esse nascer do sol daqui é bem mais tímido. Não é aquele esplendor de luz que vejo quando estou ali na praia. Daqui vejo que os raios dourados vão enfraquecendo ao bater em cada casa, em cada prédio, em cada construção... Não que eu queira todos esses raios só para mim... Acho justo que o astro rei distribua sua energia para todos, sem distinção. Mas daqui recebo apenas um pequeno raio, desses que cabem na palma da minha mão. Mas na praia, ah, lá eu recebo muitos raios, tantos que não consigo segurar, vou tentando pegar, mas eles caem das minhas mãos, mas eu não ligo porque sei que o principal, meu coração ele já deixou repleto de luz e força. Às vezes acredito que nos dias que vejo o sol nascendo lá na praia são os dias que a minha alma ta fraquinha, sem forças, precisando de uma carga extra. Então eu para lá recebo esse banho de luz radiante e me recarrego novamente para a vida. Nos outros basta uma carga rápida, aqui da varanda mesmo, e já estou pronta pra vida. Hoje tomei uma dessas cargas rápidas porque o dia ta cheio e o tempo urge! 











2 comentários:

  1. Seu blog é lindo, muito fofo mesmo*0* parabéns!! Já estou te seguindo amada =))

    Convido voce e suas leitoras a conhecer meu blog

    toobege.blogspot.com

    Beijinhoooos ;**

    ResponderExcluir
  2. Olá Mônica. Acabo de conhecer seu blog. E achei esse post magnífico, adorei! Vou tentar vir aqui mais vezes. Beijos e bom domingo!

    ResponderExcluir